• Wellas

conhecendo Curitiba, Morretes e Antonina em 4 horas

Atualizado: Nov 21

Estava em Curitiba a trabalho e tinha 1 dia livre para conhecer a cidade e as redondezas.


Já faz 4 anos que vou trabalhar em Curitiba, mas sempre descubro algo novo pela cidade, que na minha opinião é uma cidade incrível.



Dessa vez eu troquei um pouco o centro histórico e fui conhecer a Gibiteca de Curitiba. Além da arquitetura de época, pra quem gosta do universo dos quadrinhos, mangá, animes e leitura em geral, é um ambiente incrível.


A entrada é gratuita e fica localizada na Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 533a - Centro, Curitiba - PRDe Seg á Sáb das 09h00 às 18h00.


(Clique na seta e veja todas as fotos)


Depois fui de carro em direção a Morretes, que é uma cidade histórica rodeada de casarões antigos preservados, uma arquitetura incrível. Eu nasci em São Luís do Maranhão, então eu cresci em uma cidade histórica, quando eu visito esses lugares que mantém essa mesma arquitetura, eu me sinto em casa.



A ideia era descer pela famosa Estrada da Graciosa, mas erramos o caminho e acabamos indo por outra entrada, que deu mais ou menos 1h30 de Curitiba até Morretes.


Eu queria descrever a cidade de Morretes, mas eu não consigo, eu prefiro que você veja as imagens:



(Clique na seta e veja todas as fotos)


E claro, provei o famoso Barreado, que na minha cabeça não sei por que, eu achava que era um peixe, mas acabei descobrindo que é um prato feito a base de carne e farinha.


(Vídeo Stories: @WellasDiniz)


Uma surpresa boa olhando no google para ver as redondezas, descobrimos uma cidade que tinha mais ou menos a mesma vibe de Morretes, chamada: Antonina. E como era no caminho de volta, partimos pra lá!


Wellas em Antonina, Município no Paraná.

Antonina é outra cidade história do município do Paraná. Ela fica de frente para uma baía incrível, eu simplesmente amei a cidade. Ela é um pouco mais vazia que Morretes, mas eu gostei muito da vibe, da arquitetura e do sossego.



Tomei café da manhã em Curitiba, almocei um belo barreado em Morretes e tomei um café da tarde com um belo de um sonho em Antonina, em mais ou menos 4 horas.



O que era pra ser só uma simples viagem a trabalho, acabei turistando um pouco e conhecendo um pouco mais do nosso Brasil que é tão grande e tão diferente em cada cidade, com suas culturas, crenças e pessoas...


E claro, me inspirei e escrevi um pouco.



O mais legal de escrever sobre as fases e os sentimentos do momento, é isso, sentir o imprevisível e descrever a sensação, sem filtros.


Espero que tenha gostado das dicas! Vale muito a pena viver essa experiência.


Até a próxima!


#Wellas

224 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo