• Wellas

Uma Reflexão Sobre Perder e Ganhar:

A gente vive uma era onde todo mundo, inclusive eu, posta coisas e momentos maravilhosos sobre a vida, um mundo paralelo onde todo mundo é bem sucedido e feliz o tempo todo. É lindo de ver a vida de muita gente só com base no Feed do Instagram.


Mas será que existe alguém que é o tempo todo feliz? Que o tempo todo só ganha? Só viaja? Só compra? Por que a gente romantiza tanto mostrar felicidade como um troféu e quase nunca fala sobre as perdas?



Eu vi um vídeo no twitter onde a atriz Deborah Secco falava mais ou menos assim:


" A gente não é o que a gente quer ser, a gente é o que a gente consegue ser... A gente quer ser muito, eu queria ser tão melhor do que eu sou, mas eu sou o que eu consigo ser, o fato é isso..." (Deborah Secco)


Esse vídeo, essas palavras, mudaram tantas coisas que estavam confusas dentro da minha cabeça nas ultimas semanas, principalmente nesse período de "pandemia" onde a gente acaba tendo um pouco mais de tempo para olhar para dentro e se questionar onde estamos e para onde queremos ir.


Quantas vezes eu estava super pra baixo e me peguei olhando uns feeds no instagram e eu me sentia mais pra baixo ainda, porque eu estava no meu cobertor, sem vontade nenhuma de levantar e eu via pessoas com vidas exuberantes, em lugares paradisíacos, se divertindo o tempo todo e eu sentia que de repente talvez eu não estivesse vivendo a minha vida da forma que eu deveria tá vivendo, isso me causava uma ansiedade e eu só ficava mais pra baixo ainda.


E não é questão de inveja ou recalque como as pessoas dizem por aí, mas uma cobrança interna por uma reação pra voltar pra vida, para que eu mudasse a rotina que eu estava levando e que não estava me fazendo tão bem, uma cobrança para que eu fizesse as coisas que realmente eu queria estar fazendo.


E eu me sentia mal, porque nas redes sociais eu tento o tempo todo falar sobre motivação, sobre persistir, sobre tentar sempre, ir pra frente, mudar as coisas que incomodam, não que eu não acredite nisso, pelo contrário, eu sou assim de ficar conversando comigo mesmo e me motivando, por isso tento fazer isso com os outros também, porque eu sei o quanto uma frase, uma palavra, um texto na hora exata faz toda a diferença, mas eu percebi também que foram poucas às vezes que eu assumir publicamente que eu também me sentia triste, ansioso, frustrado, sem forças, e que talvez alguém pudesse tá em casa olhando o meu feed no instagram e pensando: "- Queria ser como ele, motivado o tempo todo.."


Quando na verdade todo mundo em algum momento fica triste e desmotivado também, ninguém escapa dos altos e baixos da vida, todo mundo em algum momento perde, ninguém vive só de ganhos.


Acho que a gente se cobra demais, não que não seja bom, é até legal querer ser mais, buscar mais, mas por outro lado, às vezes a gente se desgasta tanto e quando não consegue chegar no objetivo que a gente tanto esperava, a gente se machuca não aceitando e insistindo muitas vezes em coisas que não eram pra ser, porque nem tudo depende só da gente querer muito..


A gente precisa aprender a aceitar que as coisas são assim mesmo e tá tudo bem perder de vez em quando, tá tudo bem de repente acordar um dia pra baixo e não sentir vontade de fazer nada, é normal a vida ser complicada, confusa, cheia de questões, insegurança, todo mundo passa por isso, até aquelas pessoas que parecem mais fortes e bem sucedidas.


A vida não é feita só das coisas que a gente ganha, ela é feita também das coisas que a gente perde, tudo acaba sempre sendo um grande aprendizado, o importante é saber se reconstruir e sempre seguir em frente, ganhando ou perdendo, não importa, escolha sempre seguir em frente.


#Wellas

Posts recentes

Ver tudo

COMPARTILHE SUA OPINIÃO

COPYRIGHT © 2016 / 2021  • CRIADO POR WELLAS DINIZ   • TODOS OS DIREITOS RESERVADOS